Artigo - A BREVIDADE DA VIDA E A ATITUDE CORRETA EM RELAÇÃO AO TEMPO QUE DEUS NOS DÁ -

- A BREVIDADE DA VIDA E A ATITUDE CORRETA EM RELAÇÃO AO TEMPO QUE DEUS NOS DÁ -

31/12/2017 às 12h11, por Ricardo Macieira

Visto por 426 pessoa(s)



"Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios."(Salmos, 90:12)

O término de mais um ciclo anual deve sempre trazer às nossas mentes a avaliação de nosso desempenho ao longo de todo o ano e com base no resultado dessa análise, traçarmos planos e metas para o novo ano que se aproxima. O tempo é uma das mais maravilhosas dádivas de Deus e que fora instituído pelo próprio Criador para que o homem o administrasse com sabedoria. No entanto, com a queda adâmica, esse tempo passou a ser um problema para o homem, agora mortal, tornando-o sujeito à inevitável e contínua degradação de seu organismo em razão da maligna presença do pecado.

"Ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda árvore do jardim podes comer livremente; mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente MORRERÁS.(Gênesis, 2:16-17)

Ou como no original: 'MORRENDO MORRERÁS'. A morte espiritual foi imediata e instantânea e com isso o homem perdeu a comunhão e a capacidade de interagir amigavelmente com o Espírito de Deus. Morrendo morrerás também diz respeito à degeneração física que teve início, afetando TODA a descendência desse primeiro patriarca e que aprisionou TODA a humanidade tanto debaixo da sua transgressão quanto na continuidade do fatídico ciclo de nascimento, crescimento, definhamento e morte física que acompanhou o gênero humano a partir de então.

Tal decadência não fazia parte do projeto original de Deus para a humanidade e só passou a ocorrer devido à inevitável consequência de sua rebelião contra o Santo e Eterno Deus Criador. A questão agora é... o que fazermos com esse tempo que nos fora dado desde momento em que somos concebidos? E já desde a infância, quando passamos a ter domínio sobre as nossas consciências, como devemos aproveitar essa dádiva de Deus e dela fazer uso para construirmos algo que realmente venha a perdurar além da nossa curta existência nesse mundo igualmente caído? A primeira e primordial atitude que devemos ter com relação a esse assunto é o que está escrito no verso: 

"Ensina-nos a contar os nossos dias... de maneira que alcancemos corações sábios." 

Essa declaração costuma passar despercebida pela maioria dos leitores desatentos, mas que de fato não quer dizer outra coisa senão que o primeiro passo para adquirirmos essa sabedoria prática que nos impulsione à ação eficaz é justamente esse senso contínuo de que a vida está passando(CONTAR OS DIAS) e que, se Cristo não retornar em breve, um dia nos depararemos com o inevitável colapso final de nosso organismo e por fim teremos de enfrentar a tão desgostosa morte.

"Tu reduzes o homem ao pó, e dizes: Voltai, filhos dos homens!"(Salmos, 90:3)

A questão existencial tem sido, ao longo dos séculos, uma dos dilemas mais perturbadores que o homem tem enfrentado, mas as Sagradas Escrituras revelam o Plano de Deus para capacitar o homem a saltar fora dessa prisão de pessimismo e alçar vôo além de suas altas e escuras muralhas de desespero! O Salvador Jesus veio para quebrar as correntes que aprisionam os homens, curando-os da cegueira da ignorância e arrebatando todos os que crêem, do império das trevas, para o Reino Invisível de Deus até à sua manifestação ocular e desfecho final da história.

Muito embora seja doloroso à consciência o conhecimento da Verdade e o cruento impacto que a revelação bíblica da condenação do pecado trás, ainda assim é o único meio para podermos enxergar a nossa real condição diante de um Deus infinitamente Santo é Justo. Que temos apenas uma vida e uma chance para conseguirmos, pela Graça de Deus, alcançar um coração sábio e honesto o suficiente para reconhecermos que não há outra alternativa além daquela estipulada por Deus naquela Cruz há quase dois mil anos. Temor do Senhor! Esse é o começo da Sabedoria, e HOJE e AGORA é momento de alcançarmos esse coração SÁBIO, aprendendo a contar os nossos dias e a remirmos o tempo que nos resta, priorizando-o com aquilo que há de mais sagrado, a Boa Notícia do Evangelho de Cristo que salva e liberta o homem! Essa é a única Verdade a qual nos fará diferença tanto agora como na Eternidade! Amém!

"E, como aos homens está ordenado morrerem UMA SÓ VEZ, vindo depois o Juízo, assim também Cristo, oferecendo-se uma só vez para levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, AOS QUE O ESPERAM PARA SALVAÇÃO."(Hebreus, 9:27-28)
Artigos
Kadoshi Web Rádio
Subir