Artigo ICABÔDE! FOI-SE A GLÓRIA!

ICABÔDE! FOI-SE A GLÓRIA!

13/07/2018 às 20h05, por Ricardo Macieira

Visto por 165 pessoa(s)

"Então respondeu o que trazia as novas, e disse: Israel fugiu de diante dos filisteus, e houve grande matança entre o povo; além disto, também teus dois filhos, Hofni e Finéias, são mortos, E A ARCA DE DEUS É TOMADA."(1 Samuel, 4:17)

Dizem as Escrituras, que Israel foi derrotado diante de seus inimigos e que a Arca da Aliança fora tomada. A sequência da história é dramática, chega a notícia da morte dos filhos de Eli e ele próprio, após tomar conhecimento de que a Arca de Deus fora tomada, então, com o choque da notícia, ele sofre uma queda e morre. Em seguida a sua nora tem um parto prematuro e também falece em grande angústia, sendo o menino recém-nascido chamado de 'ICABÔDE', que quer dizer: " FOI-SE A GLÓRIA".

A Arca representava a própria Presença favorável de Deus no meio do Seu povo, e o fato dela ter sido tomada pelos inimigos, fora um motivo de grande consternação e lamento pelos israelitas, pois aquelas pessoas, embora estando em desobediência a Deus, ainda tinham a clara consciência da absoluta necessidade de se ter a Presença de Deus em seu meio para guiá-los, protegê-los e suprir todas as suas necessidades.

Uma análise mais perspicaz dessa história, nos revela que a desobediência do povo e o desprezo das lideranças de Israel para com as coisas sagradas no culto a Deus, foram na verdade o motivo da sua humilhante derrota diante dos inimigos. A forma leviana com que os filhos de Eli se portavam no serviço sagrado, e isso somado à ausência de exortação de seu pai foi uma das causas da decadência moral e espiritual do povo de Deus, e que culminou com a perda da Presença de Deus de seu meio. Foi o Senhor mesmo quem permitiu isso, uma vez que a Sua Santidade estava sendo grandemente afrontada por diversos pecados.

Todos sabemos que um dos mais conhecidos atributos de Deus é a Sua 'Onipresença', porém existem ocasiões em que esse aspecto da Sua Presença pode deixar de ser favoravelmente operante nesse sentido de santificar uma igreja local, e isso se dá principalmente quando o Seu culto e a Sua adoração pública deixam de ser praticados em atitude de respeito e piedosa reverência. Quando o serviço do Senhor é realizado de maneira relaxada, indolente, irreverente ou sem que haja um notório senso de profunda humildade, respeito e solene admiração ante a Sua Santa Presença, então a tendência é que seja gradativamente apagada a atuação do Espírito Santo na congregação.

O resultado é: ICABÔDE! 'Foi-se a Glória!' Isso tem acontecido inúmeras vezes ao longo da história da igreja, e nos últimos tempos tem sido mais notório ainda. Quando o povo que se chama pelo Nome do Senhor, deixa de honrá-lO e cultuá-l O da forma como a Bíblia prescreve, então a Presença favorável do Senhor tende a se 'retirar', pois não pode tolerar a presença do mal e nem conviver com qualquer tipo de desrespeito a Sua Pessoa. O resultado inevitável é que a congregação começa a padecer de terrível sequidão e estio da alma... e como consequência disso os líderes tendem a lançar mão de outros estimulantes que o mundo oferece..

Geralmente o que se segue é um profano incremento de todo tipo de subterfúgio carnal para, de alguma forma, tentar suprir a falta de vida, de zelo e do genuíno amor que caracterizam a verdadeira Igreja de Cristo, e uma vez que esses frutos só são possíveis de serem gerados através da ministração da Graça de Deus pela Pessoa do Espírito Santo, então, ocorrendo essa relativa, porém sentida, 'quebra' de Comunhão em razão do pecado não tratado, entre Deus e o grupo que se reúne em Seu Nome, assim também diminui ou até cessa essa sobrenatural influência que provém do próprio Deus e que serve para capacitar o Seu povo a honrá-lO, glorificá-lO e servi-lO da forma que Ele deseja e merece!

A situação nos dias de hoje é ainda mais grave do que aquela dos dias de Samuel, pois estando cegos com as seduções e luzes artificiais desse mundo caído, muitos pastores e líderes não tem nem mesmo se dado conta dessa 'relativa', porém seríssima, ausência do Espírito do Senhor, pois a Glória da Igreja é a Presença 'MANIFESTA' do próprio Deus em seu meio! Assim, por hora diga-se: 'ICABÔDE'! FOI-SE A GLÓRIA DO POVO DE DEUS! MAS ATÉ QUANDO?

"Lembra-te, pois, donde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; e se não, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, se não te arrependeres. (Apocalipse, 2:5)
Artigos
Kadoshi Web Rádio
Subir