Artigo Uma Palavra de Esperança aos Homossexuais

Uma Palavra de Esperança aos Homossexuais

03/04/2017 às 09h27, por Ricardo Macieira

Visto por 373 pessoa(s)

"E não fale o estrangeiro, que se houver unido ao Senhor, dizendo: Certamente o Senhor me separará do seu povo; nem tampouco diga o EUNUCO: Eis que eu sou uma árvore seca. Pois assim diz o Senhor a respeito dos eunucos que guardam os meus sábados, e escolhem as coisas que me agradam, e ABRAÇAM O MEU PACTO: Dar-lhes-ei na minha casa e dentro dos meus muros um memorial e um nome melhor do que o de filhos e filhas; um nome eterno darei a cada um deles, que NUNCA SE APAGARÁ."(Isaías, 56:3-5)

As misericórdias de Deus se estendem a todos quantos o recebem como Senhor e Salvador de suas vidas. Não há limites para o alcance de Sua maravilhosa Graça...

Essa semana(à época) fiquei tocado com o depoimento de um famoso estilista de mais de setenta anos de idade e que afirmou em entrevista a uma emissora de televisão, que não era mais homossexual... em sua percepção ainda confusa ele fez várias declarações sobre a sua nova experiência com a religião e assunto esse que não nos cabe julgar ser ou não autêntico... Mas o que mais me impressionou foi a sua revelação de intensa infelicidade a essa altura da vida e da falta de propósito ao atingir a velhice nessas circunstâncias, e que pouco antes de ter essa experiência de fé, se encontrava à beira do suicídio...

Isso revela o sofrimento a que estas almas passam ao longo de suas sofridas vidas, por conta de uma consciência atormentada pela provável culpa que sentem em razão da Lei moral implantada por Deus em seus corações e do desprezo a que estão sujeitos ao longo desse triste caminho.

Pessoas que manifestam uma certa inclinação da vontade para se sentirem atraídas e tentadas a se envolverem em relacionamentos pecaminosos com pessoas do mesmo gênero. Em alguns casos essa tendência parece ser algo latente do indivíduo... Comportamento esse talvez provocado por alguma manifestação específica da corrupção geral herdada pela raça humana em razão da Queda e que em cada caso específico leva as pessoas a desenvolverem uma predisposição mais forte para um determinado tipo de pecado, no caso destes, a homossexualidade.. apesar de também não ser descartada a indução por meios e circunstâncias externas como abusos na infância ou mesmo através de condicionamento psicológico, etc.

O foco do texto de Isaías é referente aos eunucos, pessoas que foram castradas ou impedidas, por razões inevitáveis, de desfrutarem uma sexualidade dentro da normalidade e que talvez se achassem fora do alcance da Graça divina... mas que nos fornece um princípio geral do qual podemos extrair ensinamentos específicos.

A oferta do amor e do perdão de Deus não encontra limites e se estende a todos os TIPOS de pecadores. Certamente existe restauração e até mesmo 'CURA' total para todos aqueles que se arrependem e confiam no PACTO do Sangue da Nova aliança, que é poderoso e eficaz para salvar e libertar cativos de todos os tipos de prisões.

Não queremos aqui ser pragmáticos e insensíveis a realidade de que muitos, assim como aqueles 'eunucos', terão que conviver com uma vida casta e assumir isso de forma corajosa e até mesmo feliz, recebendo essa solidão relativa, como uma vocação de vida e encontrar um propósito de missão que vise glorificar o nome de Deus através de suas vidas, agora salvas, purificadas e consagradas ao Santo Deus. Que encontrem a sua restauração através do Sangue de Cristo e que descubram o chamado ao qual Deus os tem comissionado, pois para Deus nada é impossível.

Que a igreja de Cristo seja madura o suficiente para acolher e orientar almas quebrantadas que passam por essas ou outras aflições semelhantes, e que estejam manifestando vontade de negar a si mesmos, de tomar a sua Cruz e de seguir a Cristo em uma nova vida e numa nova caminhada. Amém!

"Porque há eunucos que nasceram assim; e há eunucos que pelos homens foram feitos tais; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode aceitar isso, aceite-o."(Mateus, 19:12)
Artigos
Kadoshi Web Rádio
Subir