A Natureza Divina de Cristo

Publicado em 14/02/2017 às 08:31 Por Ricardo Macieira Visto por 1246

"Respondeu Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: 'EU SOU' me enviou a vós."(Êxodo, 3:14)

O nome com o qual Deus se apresentou a Moisés é designado pelo famoso tetragrama "יהוה", palavra de quatro letras (YHWH) no original  hebraico, e cuja pronúncia correta provavelmente se perdeu no tempo. Acrescido de vogais para uma melhor sonorização fonética, o nome de Deus 'YAHWEH' é uma expressão idiomática que define Deus como sendo alguém que tem em Si mesmo, transcendente auto-existência, autossuficiência, infinita santidade, plena soberania e poder sem limites. Como se nessa única palavra, estivesse contida, de forma resumida, a definição de todos os atributos divinos. "EU SOU O QUE SOU" ou simplesmente "EU SOU". Assim o Eterno se revelou a Moisés quando na ocasião este lhe perguntou o Seu nome...

"...Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós."

Séculos mais tarde, um carpinteiro de Nazaré sai do anonimato e se revela aos Seus conterrâneos como o Messias prometido a Israel. Concebido pelo Espírito de Deus, nascido de uma virgem, da tribo de Judá, da linhagem de Davi, o Filho de Deus encarnado vai aos poucos demonstrando a Sua gloriosa natureza. No começo, nem mesmo os discípulos, tinham uma clara noção de quem de fato Ele era e muito se assustaram ao perceberem que na realidade estavam na companhia de alguém que estava se revelando muito mais que um simples mortal...

"Encheram-se de grande temor, e diziam uns aos outros: Quem, porventura, é este, que até o vento e o mar lhe obedecem?"(Marcos, 4:41)

Não é simples coincidência que em todo o Evangelho de João seja dada grande ênfase à divindade do Senhor Jesus, o Verbo de Deus, já em seu primeiro verso...

"No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo ERA DEUS."(João, 1:1)

Não é mera obra do acaso que Jesus tenha se apresentado aos judeus, tão familiarizados com a expressão "Eu Sou", em SETE ocasiões diferentes:

1- 'EU SOU' o Pão da Vida! (João 6:35).

2- 'EU SOU' a Luz do mundo! (João 8:12).

3- 'EU SOU' a Porta! (João 10:7).

4- 'EU SOU' o Bom Pastor! (João 10:11).

5- 'EU SOU' a Ressurreição e a Vida! (João 11:25).

6- 'EU SOU' o Caminho a Verdade e a Vida! (João 14:6).

7- 'EU SOU a Videira Verdadeira!' (João 15:1).

Jesus o Filho de Deus, um com o Pai em essência e propósito...

"Eu e o Pai somos um."(João, 10:30)

O grande YAHWEH, O EU SOU que se revelou a Moisés! Aquele que tem em si mesmo as duas naturezas, a humana e a divina, plenamente homem e plenamente 'Deus'!

"...porque nEle habita corporalmente TODA a plenitude da divindade..."(Colossenses, 2:9)

Foi esse Jesus quem se revelou aos judeus como o mesmo divino 'EU SOU' do Antigo Testamento... 

"Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, EU SOU."(João, 8:58)

...e os advertiu que se não cressem na Sua divindade, morreriam nos seus pecados e portanto pereceriam eternamente.

"Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados; porque, se não crerdes que 'EU SOU', morrereis em vossos pecados."(João, 8:24)

E mesmo quando fora preso, os Seus adversários caíram por terra ao se depararem com um rápido flash de Sua divina Glória, ao ouvirem-no mais uma vez dizer que 'ELE É!'

"Quando Jesus lhes disse: 'SOU EU', recuaram e CAIRAM por terra." (João 18:6)

Na ocasião em que o Antigo Testamento fora traduzido para o grego, dando origem à tradução chamada Septuaginta, no texto original, onde havia o nome de Deus, Yahweh, foi traduzido para o grego como 'Kyrios'(Senhor). Daí temos um claro entendimento do texto de Romanos, onde a mesma palavra também fora usada para se referir a Jesus na confissão da Fé salvífica.

"Porque, se com a tua boca confessares a Jesus como SENHOR(Kyrios), e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo" (Romanos, 10:9).

Logo, podemos concluir, que a crença na divindade do Senhor Jesus, faz parte do credo cristão apostólico fundamental, e que todo e qualquer grupo que supostamente afirme seguir o Senhor Jesus, mas que não reconheça e confesse a Sua plena divindade, não passa de seita e ajuntamento de hereges, que não foram regenerados e que ainda estão debaixo da ira de Deus, necessitando urgentemente de arrependimento e conversão. Por isso, nos apeguemos com convicção e confiança, na suficiência da Pessoa e da Obra de Cristo Jesus nosso SENHOR/KYRIOS/YAHWEH e Todo Poderoso EU SOU, que nos salva da Ira vindoura! Amém!

"Sabemos também que já veio o Filho de Deus, e nos deu entendimento para conhecermos Aquele que é verdadeiro; e nós estamos naquele que é verdadeiro, isto é, em Seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna."(1 João, 5:20)


Fonte: Ricardo Macieira