Indisposição da Mente Para as Coisas de Deus

Publicado em 21/12/2016 às 11:55 Por Ricardo Macieira Visto por 503

"E certo jovem, por nome Êutico, que estava sentado na janela, tomado de um sono profundo enquanto Paulo prolongava ainda mais o seu sermão, VENCIDO pelo sono caiu do terceiro andar abaixo, e foi levantado morto."(Atos, 20:9)

É impressionante a gigantesca quantidade de informações e a velocidade com que estas são propagadas nas redes sociais diariamente, e analisando os números de visualizações e "likes" é possível ver que a grande maioria das pessoas demonstra ter certa indisposição ou mesmo aversão para com os conteúdos de estudo ou de reflexão bíblicos que sejam mais extensos.

Assim, para a maioria das pessoas, as redes sociais parecem representar nada mais que mero passa tempo de entretenimento. O internauta é levado a ver e "curtir" uma grande quantidade de trivialidades banais que são copiosamente divulgadas e que só servem para arrefecer o calor espiritual no coração.

Daí, conteúdos edificantes, muitas vezes deixam de serem vistos e assimilados por conta de mera indisposição da vontade e assim, muitos têm privado a si mesmos de edificação e crescimento pessoal na fé.

Partindo dessa realidade, produtores de conteúdos edificantes, divulgadores da Verdade e escritores cristãos, profissionais ou não, frequentemente se vêem no dever de resolver um dilema e optar por serem breves e objetivos, sem no entanto deixarem de ser integrais ou tentarem ser o mais abrangentes e completos possível, sem no entanto serem prolixos e cansativos. Creio que esse impasse também se estende aos ministérios de pregação e ensino da Palavra e representa um grande dasafio nos dias de hoje.

Como não há uma regra bíblica específica para esta questão de produção de material, me parece razoável que a moderação seja a atitude mais indicada. Mas se for para escolher entre o sintético insuficiente e o completo extensivo, que prevaleça este último. E que Deus tenha misericórdia e segure, acorde ou ressuscite os "Êuticos" da vida. Amém!

"Então subiu, e tendo partido o pão e comido, AINDA lhes falou LARGAMENTE até o romper do dia; e assim partiu. E levaram vivo o jovem e ficaram muito consolados."(Atos, 20:11-12)

Fonte: Ricardo Macieira