Por que o Homem Deve Nascer de Novo?

Publicado em 16/02/2015 às 12:57 Por Pr. Adão Silva Visto por 766

Texto: Ef. 2:1-10 [cf.Jo.3:3b,5b,7b]

Introdução

João Calvino disse que “a sabedoria verdadeira e correta, consiste em duas partes: o conhecimento de Deus e de nós” (citado por John Piper, finalmente vivod, p.46). O primeiro só é possível se o próprio Deus se revelar a nós, e isso Ele já o fez por meio do seu Filho

“Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo filho...” (Hb.1:1-2);
E nas Escrituras, pois como disse Jesus:

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim.” (Jo.5:39);

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra.” (2Tm.3:16-17).

O segundo, de forma genuína, só é possível dependendo do crédito que damos ao testemunho que Deus dá acerca do homem. Jesus disse:

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará ”(Jo.8:32);

“Eu sou... a verdade...” (Jo.14:6) e;

“se não credes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados.” (Jo.8:24).
O grande problema é que a chaga no coração do homem é tamanha, que entregue a sua própria sorte, ele ignora a sua realidade. O profeta Jeremias disse: “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” (Jr.17:9). Davi ressaltou: “Quem há que possa discernir as próprias faltas? Absorve-me das que me são ocultas” (Sl.19:12).

Diante disso, persiste a pergunta? Por que o homem Deve ser salvos? Por que ele precisa ser humilhado tanto antes de obter o favor de Deus? A Bíblia tem uma história para contar, que responde a essas indagações. Sem conhecer essa história, dificilmente alguém chegará a lugar algum, muito menos “nascer de novo”. Apertem os cintos, e vejam comigo a resposta à pergunta: Por que o homem deve nascer de Novo?

I. Ele Está Morto em Delitos e Pecados (Ef.2:1-3)

A. Por mais que a tendência natural da humanidade seja atribuir ao homem certa dose de bondade, o testemunho de Deus acerca dele é de um estado de morte. Há no homem ausência daquilo que atribuiria a ele sentido, que podemos chamar de vida. Não vida física ou moral, mas vida espiritual. Esta vida está ausente, em razão do seu estado de morte. Por isso o homem faz o que faz (v.2-3).

B. Também, como já falamos em outros momentos, esse estado em que o homem se encontra, não o priva de não pecar, pelo contrário, ele está bem ativo. Observem as expressões: “estando vós mortos nos vossos delitos” (v.1), “andaste outrora” (v.2), “todos nós andávamos outrora” (v.3). Esse é um estado de morte, onde o indivíduo está centrado nele mesmo, de tal forma que não pode “resplandecer a luz do evangelho da glória Cristo” (2Co. 4:4).

C. Aplicação

1. Queridos, essa é uma informação tão certa, que não adianta a gente se enganar, achando que o que determinada pessoa precisa é de auto-estima, auto-realização, conquistas profissionais, aceitação da família, desejos realizados, etc. Claro que algumas questões supracitadas, têm o seu lugar na vida do indivíduo. Mas lembremos acima de tudo, que há um grande abismo entre Deus e o homem, chamado morte espiritual.

2. Por isso, o novo nascimento é tão urgente. E nada relacionado a essa vida pode realizá-lo, pois como disse Jesus a Nicodemos: “O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito” (Jo.3:6).

3. Essa diferença se dar pelo fato de ser o novo nascimento um ato da soberana vontade de Deus, pois como Jesus disse: “o vento sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes donde vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito” (Jo.3:8). Somente a ação sobrenatural do Espírito Santo pode tirar qualquer indivíduo do seu estado de morte (Jo.16:8).

Eis a primeira resposta a pergunta: Por que o homem deve nascer de Novo? Ele Está Morto em Delitos e Pecados.

II. Ele é por Natureza Filho da Ira (Ef.2:3b)

A. Paulo faz questão de dizer que em razão do estado negro do homem rebelde (v.2-3), a ira de Deus está sobre ele. Na análise de Russel Shedd “a ira de Deus é sua reação pessoal frente a qualquer pecado” (citado por Hernades, p.53). Para outro “É sua santa repulsa a tudo aquilo que conspira contra sua santidade” (Hernandes,p.53). Desta forma, o que o texto afirma é que o juízo divino está sobre o homem sem Cristo (cf. Cl.3:6;1Te.1:10).

B. Um ponto curioso é que Paulo ao abordar o assunto, faz questão de ressaltar que nós que já passamos da morte para a vida, estávamos no mesmo estado. Diz ele: “e éramos, por natureza, filhos da ira”. Não tenhamos dúvida de que o apóstolo quer que nos lembremos disso à medida que caminhamos a nossa caminhada com Cristo.

C. Aplicação

1. Existe uma forte tentativa de amenizar o castigo divino sobre o homem rebelde, apelando para a frase: “Deus é amor”. Mas a mesma Bíblia que afirma esse princípio é a mesma que diz que “o nosso Deus é fogo consumidor” (Hb.12:29).

2. Também Paulo ressalta que o Senhor Jesus há de manifestar “com os anjos do seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao evangelho do Senhor Jesus” (2Te.1:7-8).

3. As pessoas ao seu redor seja filho, pai, mãe, irmão, primo, amigo, colega, vizinho professor, aluno, etc., precisam saber disso. Use do mais precioso método evangelístico já apresentado por Deus ao salvo, anunciado por Paulo em (Col.4:5). Diz Paulo: “Portai-vos com sabedoria para com os que são de fora; aproveitai as oportunidades”. Esse é o método mais eficiente já providenciado.

Está aqui a segunda resposta à pergunta: Por que o homem deve nascer de Novo? Ele é por Natureza Filho da Ira.

III. Ele Ama as Trevas e Odeia a Luz (Jo.3:19-20)

A. Depois de explicar a Nicodemos a necessidade de ele nascer de novo, Jesus passa a mostrar a providência divina para que isso fosse possível (3:16-18). Mas Jesus sabia, e de fato ocorreu ao longo do seu ministério, que muitos haveriam de rejeitá-lo.

B. E, aqui, o Mestre faz questão de deixar claro, a manifestação da graça divina, mas ao mesmo tempo, coloca quem O recusa, como o único responsável pelos seus atos (v.19). Neste ato de responsabilizar o pecador rebelde, Cristo destaca a decisão natural deste indivíduo (v.20). O seu anseio é viver como sempre viveu, e “não se chega para a luz, a fim de não serem argüidas as suas obras”.

C. Aplicação

1. Eis aqui, um das razões mais fundamentais por que devemos orar muito pela conversão de um pecador. O homem é tão alienado de Deus, que Jesus disse: “Por causa disso, é que vos tenho dito: ninguém poderá vir a mim, se, pelo Pai, não lhe for concedido” (Jo.6:65).

2. Fale de Cristo a determinadas pessoas de Cristo, e verás que quanto mais você fala, mais inimigo ele se tornará seu e do evangelho. E sabe por quê? Porque o evangelho expõe a sua vergonha, e ele não quer isso (v.20). Por isso ore, ore, ore! E não se esqueça de usar o método mais valioso já dado a igreja (Col.4:5).

Está aqui a terceira resposta à pergunta: Por que o homem deve nascer de Novo? Ele Ama as Trevas e O deia a Luz

IV. Ele é Incapaz de se Submeter a Deus e Agradar-lhe (Rm.8:7-8;Ef.4:18;1Co.2:14).

“Por isso, o pendor da carne é inimizade contra Deus, pois não está sujeito à lei de Deus, nem mesmo pode estar. Portanto, o que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm.8:7-8).
“obscurecidos de entendimento, alheios à vida de Deus por causa da ignorância em que vivem, pela dureza do coração” (Ef.4:18).

“Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, poque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente” (1Co.2:14).

A. Sem a intervenção divina, o homem sem Cristo é incapaz de fazer a vontade de Deus. Pelo fato de haver a necessidade de Deus entrar em ação, cumpre-se o que Jesus disse: “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim” (Jo.6:37). Por isso a ação do alto, por meio da realização do novo nascimento, precisa entrar em ação.

B. Aplicação

1. Por essas e outras razões, a salvação de um pecador é o maior milagre que pode acontecer a um pecador. Só a Trindade Santa pode entrar em cena com o propósito, ação e aplicação da redenção e alcançar uma vida (1Pe.1:2).

2. Quer ver seu filho, cônjuge, parente, amigo ou qualquer outro pecador salvo? Comece com oração, prossiga testemunhando com oração e espere o resultado em oração. Tenha paciência e espere Deus abrir as janelas do céu, para salvar um pecador! 

Conclusão

Fala-se muito hoje em dia sobre o avanço do conhecimento. Mas tem um conhecimento que em muitas vidas é ignorado: “por que o homem precisa nascer de novo. E como vimos isso se dar pelo fato de o homem:

1. Ele Está Morto em Delitos e Pecados
2. Ele é por Natureza Filho da Ira
3. Ele Ama as Trevas e Odeia a Luz
4. Ele é Incapaz de se Submeter a Deus e Agradar-lhe.

Você que é salvo não se esqueça disso ao evangelizar!

Deus o abençoe!


Fonte: Marconi Duarte