Artigo INFERNO

INFERNO

30/05/2017 às 08h23, por Ricardo Macieira

Visto por 435 pessoa(s)

"E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno TANTO A ALMA COMO O CORPO."(Mateus, 10:28)

A natureza do inferno relatada nas Sagradas Escrituras é algo que foge à nossa presente capacidade de entendimento. A sua caracterização como sendo algo intenso, ininterrupto e eterno é simplesmente pavorosa demais para ser por nós plenamente assimilada. E talvez seja por isso que não há na Bíblia maiores detalhes sobre esse lugar, uma vez que neste estado existencial presente, a plena visão dessa terrível realidade acarretaria danos terríveis à mente de seu observador.

Fora da Graça é simplesmente impossível aceitar a ideia de um Deus amoroso, misericordioso e compassivo enviar um "pobre" ser humano a um lugar de tormento eterno. Ora, muito embora o inferno seja um castigo duro demais aos nossos olhos, uma coisa que quase nunca é levada em conta é justamente o grau de gravidade da ofensa que uma vida impenitente provoca a Deus. O homem intransigente não atenta para o fato de que Deus é Santo e que a Sua Santidade é muito mais intensa e infinita que qualquer coisa que possamos imaginar. Só esse breve argumento bíblico já seria suficiente para nos convencer de que mesmo uma só ofensa que fosse praticada contra esse Deus cuja Santidade é inimaginavelmente profunda, intensa e infinita, haveria de redundar em um castigo proporcionalmente profundo, intenso e infinito ao seu praticante. Isso é justiça, da mais perfeita e justa que se possa conceber.

Ora, pois saiba que esse é o castigo de Deus por causa de uma só ofensa e sem considerar que pecamos centenas ou talvez até milhares de vezes por dia em ações, atitudes e pensamentos contra a pureza desse Deus infinitamente Santo e Digno, e que toda a Ira da Divindade está se acumulando potencialmente contra o praticante de cada uma dessas prevaricações ao longo de toda a sua vida e que se este não vier a se arrepender, sofrerá cada pungência aflitiva dessa cólera infinita por toda a eternidade.

"Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, acumulas Ira para ti no dia da Ira e da revelação do justo Juízo de Deus"(Romanos, 2:5)

Deus deixou registrada a Sua Verdade para o homem nas páginas da Bíblia e foi Jesus quem a confirmou dizendo que nem um "jota" e nem um "til" se omitirá da Lei sem que TUDO se cumpra. Sendo assim não é indelicadeza e nem muito menos falta de amor dizer ao pecador que se ele não se arrepender Deus fará perecer a sua alma e o seu corpo no inferno por toda a eternidade de acordo com o testemunho das Escrituras. Foi o próprio Deus que criou o universo que o disse e não há possibilidade dEle deixar de cumprir. Deus mesmo já sabe se os olhos que percorrem as linhas deste texto neste exato momento, contemplarão lá de dentro, os horrores desse terrível lugar. É por isso que Deus enviou o Seu divino Filho para morrer em favor de todo o que crê nessa Sua Obra redentora e em benefício de todo aquele que arrependido se voltar para Ele de 'corpo' e 'alma'. Amém!

"E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E todo aquele que não foi achado inscrito no livro da vida, foi lançado no lago de fogo."(Apocalipse, 20:14-15)
Artigos
Kadoshi Web Rádio
Subir